4 de maio de 2007

Causas do nosso atraso

A última semana foi palco de um triste exercicio revanchismo politico por parte do governo socialista. O alvo foi a nomenclatura da Administração Central. O filme veio em Diário da República ( ver 1 e 2).
É certo que esta pouca-vergonha está anunciada há muito tempo, com o famoso Prace. Foi feito um verdadeiro "Pogrom" aos nomes das Instituições herdadas do Barrosismo:
- o SNBPC passou a desinar-se por Autoridade Nacional de Protecção Civil
-A Direcção-Geral da Empresa passou a Direcção-Geral da Actividades Económicas
- O Instituto do Consumidor passou a Direcção-Geral do Consumidor
- Há já algum tempo atrás o Instituto das Estradas de Portugal passou a Estradas de Portugal E.P.E
Podia dar outros exemplos (até à naúsea).
O que verdadeiramente revolta neste governo, e em outros que o antecederam, é o baixissimo nível de respeito pelos portugueses. Estas alterações por si só nada trazem. As verdadeiras mudanças fazem-se nas leis orgânicas e não no nome das Instituições. E na orgânica os governos podem e devem colocar as suas politicas em prática.
Só que a vaidade, quando paga com o dinheiro dos contribuintes, é uma tentação. Desta psedo-reforma não resulta qualquer beneficio para os cidadãos. Os custos logisticos destes caprichos são muito relevantes. Mas que interessa isso perante uma marca pessoal de um Ministro da República?
Neste aspecto o governo socialista têm sido colossal: não deixa pedra sobre pedra relativamente ao que recebeu do anterior governo. O que vai suceder é que um governo que lhe suceda vai usar de igual revanchismo. Com esta triste forma de estar e duvidoso "comprometimento" com o interesse público se faz o nosso país politico há 30 anos a esta parte.

Sem comentários: