15 de maio de 2007

Lulinha Paz e Amor ou a dificuldade de e esquerda conviver com a critica



Não, desta vez não é de nenhuma televisão recém controlada pelo governo português ou sequer de imprensa de sarjeta que falo. Falo do mais importante critico de Lula da Silva - o jornalista, da Revista Veja, Diogo Mainardi - que foi condenado por chamar "Lulista" a um ajudante do "barbudo". Se isto é mau, não é ainda o pior. A condenação veio na imprensa, antes de Mainardi apresentar sequer defesa.

Sem comentários: