26 de dezembro de 2007

BCP e "Longa Manus" do Estado

Merece leitura atenta a posta do Pedro Marques LOpes no 31 da Armada.


"O salazarismo económico está de boa saúde e recomenda-se. A maioria dos grupos económicos prospera à sombra do Estado e depende deste. A rapaziada sai destes grupos para fazer a sua comissão de serviço no Estado e regressa às empresas como se fosse a coisa mais normal do mundo: em Janeiro negoceia-se em nome do Estado uma qualquer concessão e em Fevereiro regressa-se à empresa."

"São os líderes destes “grupos” (há um termo mais apropriado mas esse só se aplica ao futebol, principalmente se o campo for a norte do Douro) que fazem lindos discursos sobre a interferência do Estado na Economia, a necessidade da “libertação” da sociedade civil, organizam conferências e escrevem documentos sobre este papão quando, no fundo, não querem deixar de viver à custa e sobre a alçada de quem tão, aparentemente, criticam. "

Texto Integral

Sem comentários: