24 de julho de 2009

Desigualdade

O Alexandre puxa o véu às tais verdades inconvenientes que o executivo disfarça de forma atabalhoada. E esta sensação do "tudo como dantes no quartel de Abrantes" que se apoderou das pessoas preocupa o executivo. E muito. Como se explicaria a insistência no Slogan de que todas as freguesias são tratadas por igual?
Eu entendo que a criação do Concelho de Canas proporcionaria uma nível de crescimento sem par. Mas também entendo que uma visão abrangente do desenvolvimento do Concelho de Nelas actual proporcionaria idênticos resultados (houvesse ferrea vontade politica para tal). Lamento a pequenez da nossa "classe politica". Não vejo vontade de o fazer nem nas politicas nem no discurso. A distribuição do bolo do QREN é uma nódoa escura e feia que nenhum passeio pode mascarar. A pacificação do Concelho só chegará quando efectivamente todos comerem à mesa do orçamento, de acordo com o seu peso populacional. A politica de verdade não chegou ao concelho de Nelas.

Sem comentários: