18 de julho de 2009

Perfil do Presidente de Junta : A assiduidade

As próximas eleições para a Junta de Freguesia de Canas de Senhorim vão ser marcadas por confronto de perfis. Nunca como nesta eleição o confronto foi tão gritante. As caracteristicas dos candidatos tão diferentes. A abordagem sobre o uso da "cousa pública" tão dispare. A semelhança entre os dois é apenas no facto de serem professores. Mas a semelhança fica por aqui. Um ensina algo que aponta para o dominio da subjectividade, o outro para o domínio dos factos.
Atente-se no caso da assiduidade. O Professor Luís Pinheiro tem-se caracterizado por ser um incorrigivel "faltista". Falta a todas as reuniões da Assembleia Municipal. Falta às reuniões da Assembleia de Freguesia. Falta às reuniões da Junta de Freguesia. Em conclusão : Para o Professor Luís Pinheiro a presença nas reuniões ou assembleias para a qual foi mandatado pelo povo é questão lateral e menor à sua missão. Porventura haverá aqui alguma agenda escondida de apoio às novas tecnologias ( Assistirá às reuniões em conferência telefónica ? Pelo menos às da Junta deve ser complicado...) ?
A Professora Ana Mafalda propõe algo de totalmente diferente. Aposta em estar presente nos locais para os quais for eleita. Entende que só assim a população estará defendida e os seus interesses e pontos de vista devidamente respeitados. Entendem a Professora Ana Mafalda e o CIM que este é o mínimo dos minimos que se espera de um eleito.

2 comentários:

Anónimo disse...

interessante este post, mas Manuel Henriques, que objectividade tem a sua lista para apresentar a Canas?

o Dr Luis Pinheiro está de corpo e alma com a Câmara, o seu papel é servir de amortecedor às obras que a Câmara não faz,


é bom que se diga, que o caro concorrente devia centrar a sua campanha no desenvolvimento de Canas, na forma de o fazer, porque o Dr.Lp há muito não representa Canas, a não ser, que a maioria dos Canenses, (O Manel,que pelo menos, já não põe essa hipótese)não queiram a restauração do Concelho de Canas

MANUEL HENRIQUES disse...

@Anónimo

As nossas propostas estão no site da candidatura ( "os compromissos"). Continuaremos a fazê-lo, com realismo, até à campanha eleitoral.

A restauração do Concelho é algo que é supra-eleitoral. Permitiria resolver muitos problemas. Mas O mrccs não tem actualmente capacidade organizativa, nem " political appelal" devido à situação que o actual líder deixou o MRCCS.

Se representa alguma facção contestatária o 2 de Agosto será uma boa oportunidade para mostrar outro caminho. Fica o desafio.