25 de setembro de 2009

MFL e o Futuro do PSD

Parece que vamos ter Sócrates outra vez à frente do governo. Esta semana foi um desastre para a campanha de MFL, caindo em todas as ratoeiras de retórica armadas pelo PS. Sócrates, politico que não aprecio e cuja sombra de suspeição que sobre ele paira seria motivo bastante para sair do governo, fica com o mérito de ter tido uma campanha extremamente profissional. Para a história ficam as mentiras no debate com MFL sobre a privatização da saúde e segurança social que MFL não teve arte e engenho para rebater. Estou certo que MFL seria uma boa primeira-ministra, mas a inabilidade politica feriu-a de morte. Todos lhe vão lembrar, no Domingo, o resultado do PS em Vila Real ( caso PPC) e a performance de António Preto. O PSD cavalgou durante meses a estratégia da ética ( e bem). Comprometeu-a por demérito próprio. Não sei se no MFL aceitará a capitulação ou irá tentar a guerra civil. O que sei é que o futuro não se fará com ela mas com Rangel, Mota Pinto e sobretudo Pedro Passos Coelho.
Neste momento só desejo uma coisa - uma governo minoritário para travar a arrogância que larvou em Portugal nos últimos 4 anos

Sem comentários: